«

»

Qual óleo lubrificante é recomendado para o motor?

SAE e API o que significa?

É comum na oficina o cliente levar o seu veiculo, para ser efetuadas trocas de óleo e filtros lubrificantes do motor. De princípio o cliente pede um óleo mais barato! Mas, que tenha o mesmo efeito de um óleo lubrificante de qualidade.

Mas qual é a qualidade do óleo lubrificante?

Como que se sabe desta qualidade?

Nas embalagens para quem já teve oportunidades de ler, deve ter notados algumas siglas como: SAE 40, SAE 30, 20W, 10W, 15W40, etc.

Para que servem todas estas siglas?

A SAE (Society of Automotive Engineer) ou (Sociedade dos Engenheiros Automotivos), criou uma classificação de viscosidade, ou seja, uma propriedade que varia conforme a temperatura.

Para qualificar estas propriedades, a API (American Petroleum Institute) ou (instituto Americano de Petróleo), classificam as características de viscosidades e desempenho dos lubrificantes.

Vamos entender estas duas siglas:

1.       Sigla SAE

Para uma melhor classificação os óleos lubrificantes são divididos em grupos:

  • Inverno – tem a sua viscosidade medida a baixas temperaturas, sendo identificados pela letra “W” (de winter – inverno em Inglês).
  • Verão – a viscosidade é medida a 100° C. (cem graus Celsius).

Nestes dois grupos, quanto maior for à temperatura maior é a viscosidade do óleo.

Tendo estes conhecimentos básicos, ficam fácil, identificar quais os significados das siglas e, para que servem!

É fácil deduzir que o óleo SAE 40 tem maior viscosidade do que o SAE 30 e o SAE 20W é mais viscoso que o SAE 10W.

Esta classificação é importante para que se identifiquem os lubrificantes que possibilitem uma fácil e rápida movimentação, tanto do mecanismo quanto do próprio óleo, mesmo em condições de frio rigoroso (inverno); e aqueles que trabalhem em altas temperaturas, sem prejudicar a lubrificação (verão), pois quanto mais quente está o fluído, menos viscosidade ele apresenta.

Um ponto muito importante em que o consumidor ou até mesmo o mecânico devem ficar atentos é nos tipos de óleos MULTIVISCOSOS, pois a sigla SAE reúne graus nos dois tipos de óleos mencionados acima (de inverno e de verão).

O óleo SAE 20W/50, por exemplo, tem a sua viscosidade classificadas tanto em baixa, como, em altas temperaturas facilitando a partida do motor em ambos os processos.

2.    Sigla API

A API classifica o nível de desempenho do lubrificante, baseado nos graus de rigidez das condições de trabalhos existentes. Para atender a estas diferentes condições, os lubrificantes são formulados com diferentes tipos ou quantidades de aditivos.
A sigla API se divide em duas categorias para óleos de motor.

  • Letra S – vale para motores a gasolina e álcool.
  • Letra C – vale para motores a diesel.

Existe ainda uma segunda letra, que se junta ao “S” ou ao “C”, obedecendo à ordem alfabética e indica o tipo de serviço que o motor é capaz de executar.

Para os motores do ciclo Otto tem especificações:

  • SA a SM – vale lembrar que os óleos de SA a SD não encontra mais disponível no mercado por conta de sua tecnologia ultrapassada. Mas o modelo SM que, foi lançado em 2004 oferece, principalmente, características de resistência à oxidação e proteção contra depósitos.

Para motores a diesel, os lubrificantes são classificados de:

  • CA a CF,
  • CF-4,
  • CG-4,
  • CH-4,
  • CI-4 

CJ-4 – CA e CB também estão fora do mercado. Inserida em 2002, a especificação CI-4 que prescreve desempenho protegendo o motor com sistemas de pós-tratamento da exaustão, exigindo ainda mais do lubrificante.

Além destas especificações, lembre-se que o importante é verificar que tipo de lubrificante é recomendado pelo manual do proprietário para garantir a durabilidade do motor do seu veículo.

Por Edvaldo Solique

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Olá, Sejam todos Bem-Vindo ao Blog Mecânica Solique! Atualmente exerço a profissão de Retificador de Motores na linha diesel, álcool e gasolina. Também atuo como: reparador, montador de motores, alguns conhecimentos técnicos em motores com injeção eletrônica sistema diesel e Otto. Deixo claro que na mecânica automobilística é impossível ter conhecimentos totais, pois a cada dia nos é apresentado um novo desafio. "Ter conhecimentos e dedicação todos os dias, é que nos torna profissional em qualquer área, aprendendo todos os dias a ser melhor que ontem" (Edvaldo Dias Solique – (Ajustador Mecânico Automobilístico). Autor do Blog: Mecânica Solique Com o tema: "Mecânica dos Tempos Modernos" E também autor dos manuais técnicos: - Corte de óleo; - Retifica do motor do Fusca.

14 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. fashion photography

    I really appreciate your post and you explain each and every point very well.Thanks for sharing this information.And I’ll love to read your next post too.

    Traduzido – Eu realmente aprecio o seu post é explicado cada um dos pontos muito bem. Obrigado por compartilhar estas informações. Eu vou adorar ler seu próximo post também.

    1. Mecânica Solique

      Por ser este blog democrático e o seu nicho de negócio ser diferente do meu, mas, que aprecio muito, aprovo sim o seu comentário, pois as informações deste blog, são para todos os interessados. Um abraço e muito sucesso!

      Translated – Since this blog and its democratic niche business to be different from mine, but I appreciate a lot, but approve your comment because the information in this blog are for all concerned. Best wishes and much success!

  2. andre

    amigo,parabéns pela iniciativa!
    tenho um gol 2003 1.0 8v,motor AT,quando ligo ele de manha ele da uma batidinha de tucho durante os primeiros 5 segundos e após isso fica uma leve batida de valvula,ele ta atualmente com 186 mil km rodados,e o oleo dele ja passou da hora trocar,que oleo ou qual as caracteristicas do oleo vc indicaria para retirar esse barulho? se eu colocar um oleo mais grosso nele,tipo um 25w60 alta km e parar o barulho não corro o risco de estragar algo no motor quando ligar de manha? ,levando em conta q o oleo não vai lubrificar tanto como um 5w40 ??
    att; André

    1. Mecânica Solique

      Olá André,obrigado pela visita e comentários.

      André o óleo recomendado para este motor é 5W40 ou 10W40 (em ultimo caso).
      Colocar óleo mais grosso não resolve o problema, e também não tira barulho de motor!
      O motor de seu carro está com quilometragem alta, e se estiver vencido terá muita borra no motor. Para falar a verdade é até perigoso para o motor trocar o óleo, sem primeiro executar um descarbonização e se estiver parcialmente sem muito desgaste, compensa até trocar os anéis, retificar o cabeçote completo, trocar bronzinamentos etc. (não recomendo, o correto se já está batendo tuchos é retificar o motor). Mas….!

      Abraços.

  3. andre

    então amigo,comprei o gol a pouco tempo e não pretendo ficar muito tempo com ele,o motor não esta fumasceando nem rajando,ele esta apenas grilando bem pouco,será que tem necessidade de retificar mesmo? o que vc me diz sobre o oleo prolonga da bardahl? ajudaria um pouco nesse caso? pois disseram que um aditivo ou oleo mais grosso faria com que os tuchos não ficassem totalmente sem lubrificação quando frio evitando assim aquele barulho nos primeiros 5 segundos,e diminuindo o grilo q da em marcha lenta,pois eu não vou poder investir no motor agora,até pq não vou ficar com o carro,estou pensando em colocar um oleo 20w60 SL da castrol ou um havoline 20w50 superior,porem este ultimo diz que é pra motores de alto desempenho,que trabalham em alta rotação,o que acha desses dois?

    1. Mecânica Solique

      Olá Andre, se está grilando é porque está fora do ponto ou está muito taxado (cabeçote muito baixo), ou então os alojamentos dos comandos e o comando de válvulas estão rustidos, e pode estar dando fuga de óleo por aí (perdendo pressão e danificando a lubrificação dos tuchos). Acontece muitos estes problemas!
      Quanto a colocar bardal, pro-long, óleo mais grosso não posso te aconselhar, porque foge dos meus conhecimentos.
      Eu recomendo sim usar o óleo certo e se está gerando problemas generalizados, como neste caso os tuchos. Óleo mais grosso irá somente agravar mais os problemas. Os tuchos necessita de óleo fino, pois os mesmos trabalha de forma hidráulica (o óleo tem que entrar e sair rapidamente, óleo muito viscoso não irá desempenhar estas funções).
      Está é a minha opinião técnica.
      André, não posso ir contra os seus princípios, então fica ao seus cuidados!
      Espero que entenda o meu ponto de vista.
      Abraços.

  4. Rodrigo

    Olá amigo.

    A viscosidade do óleo do câmbio influi na maciez do mesmo? No manual do meu veículo esta especificado o óleo mineral multiviscoso SAE 80W90.

    No Inverno ou dias mais frios o câmbio tem os engates bem ruins, agora como estamos em uma estação mais quente o cambio esta bem macio.

    Abraço.

    1. Mecânica Solique

      Rodrigo, obrigado pelo comentário e visita.

      O óleo do câmbio não influencia no engate das marchas (que Eu saiba!), quando frio ele demora mais aquecer já no calor o aquecimento é muito maior, mas a viscosidade continua inalterada. A não ser que esteja vencido a quilometragens além das especificadas. Mas, cá pra nós Rodrigo: Existem quem troca o óleo do câmbio regularmente? E isto é recomendado pelas montadoras!
      Abraços.

  5. edson

    Olá EdSolique,

    Honda civic si 2008 com 80000km, no manual recomenda 10W30 mineral e não recomenda óleos sintéticos.
    Agora a honda está recomendando 0W20 sintético!!??
    Tem algum problema usar um óleo mais fino com essa km? Lembrando que o civic si gira até 8000~9000rpm.
    O 10W30 já seria fino pra esse carro? Pois é o mesmo óleo utilizado pelo Fit por exemplo. Como pode um civic si usar o mesmo óleo que um Fit?

    Obrigado

    1. Mecânica Solique

      Edson,
      Esta informação será passada para você com maior clareza em um representante Honda, porque lá eles vão te explicar corretamente o motivo porque mudou a liga do óleo lubrificante para este motor!ok.
      Abraços.

    2. edson

      EdSolique,
      Justamente quero outra opinião especializada pois não consigo aceitar que pode mudar tanto a especificação assim, então poderia colocar qualquer viscosidade variando de 0 a 10 no frio e de 20 a 40 no quente, ou seja, qualquer óleo que se encaixe nessa especificação. As explicações da honda são de cunho financeiro, lucro acima da técnica. Gostaria de uma opinião imparcial.
      Obrigado.

    3. Mecânica Solique

      Edson,
      Posso estar vendo para você em minhas tabelas de aplicação de óleo lá na oficina, qual o tipo de óleo que se usa no seu carro.
      O óleo que usamos para quase todos os modelos é o 10w40, quando não sabemos a aplicação, isto quer dizer que “10W” é para uma temperatura tropical e “40” uma liga universal.
      Para adiantar recomendaria a você continuasse usando o óleo e filtro que sempre usou, claro se não teve ou tem algum problema.
      Abraços.

  6. Adriano

    tenho um peugeut 1.0 16v e ta com 150mil km rodado e tem vez que ele solta uma fumassa eu uso o oleo 20w 40 …sera que posso por um oleo mais viscoso…

    1. Mecânica Solique

      Óleo mais grosso ou mais viscoso (como queira) não resolve problemas de fumaça em motor, o que resolve é retifica do mesmo

A sua dúvida, opinião e cometários é muito importante para todos os leitores. Agindo assim ajudaremos a todos!

More in Dicas/Oficinas (40 of 48 articles)

%d blogueiros gostam disto: