«

»

Mistura de óleo na água do motor, como diagnosticar este problema?

Tecnicamente este fenômeno é conhecido como: mistura de óleo lubrificante no sistema de arrefecimento.

Toda vez que a junta do cabeçote de qualquer veiculo se queima, o mais comum é misturar água no óleo, e logo o mecânico saberá a causa dos problemas e deduzirá que a junta do mesmo queimou ou então ouve trinca interna no cabeçote, furou-se a camisa do motor e outros problemas de mesmas conjunturas.

Agora quando o problema é óleo na água, aí ficam muito mais complexos os diagnósticos.

Existem mecanismos ou situações difíceis de detectar de imediato. E testes são necessários.

Mas testar como, se nem sei por onde está passando este óleo?

Pergunta muito comum para a maioria dos mecânicos e proprietários de veículos.

Estes fatos desagradáveis acontecem muito em motores diesel, porque no mesmo são instalados intercambiadores de calor na galeria de óleo que tem função especifica de resfriar o óleo. Colocados em compartimentos apropriados, o intercambiador de calor (conhecido pelos mecânicos como radiador de óleo ou trocador de calor), é instalado na galeria principal do óleo do motor e o mesmo permanece mergulhado no líquido de arrefecimento. Imaginaram agora a gravidade do problema?

Mas estes radiadores nem sempre são instalados desta maneira. Existem instalações onde são acopladas no próprio radiador de óleo, mangueiras de água ligada do motor ou do radiador de água que fazem o mesmo processo: resfriar o óleo.

Estas mangueiras entram e saem do radiador e se este vier a furar, romper alguma colmeia mistura óleo na água do mesmo jeito.

Nos motores do sistema Otto, o intercambiador de calor é acoplado no suporte do filtro de óleo e geralmente é fabricado em liga de alumínio: Primeiro é fixado no bloco o suporte do filtro na galeria de lubrificação principal do motor, depois o intercambiador e por ultimo o filtro de óleo.

Porque que está instalado nesta região?

Porque Primeiro o óleo é bombeado para o filtro de óleo, depois é refrigerado pelo radiador de óleo e levado para o restante do circuito de lubrificação do motor.

Neste sistema as únicas vedações entre a água do arrefecimento e o óleo lubrificante são feitas por anéis de borrachas, que tem uma eficiência na vedação.  O que acontece muito é a falta de uso de aditivos no sistema de arrefecimento.

Levando em consideração que neste intercambiador de calor circula a água do sistema de arrefecimento, e como o radiador é de liga de alumínio ele facilmente será corroído por não houver proteção aditiva. É por estes motivos que no sistema Otto gera se muitos problemas de mistura de óleo na água.

Outras possibilidades de passagem de óleo para a água:

Também devemos levar em considerações que nem sempre o radiador de óleo é o vilão, existem vários outros locais no motor com estas possibilidades de passagem de óleo para a água. Exemplos:

  • Juntas de vedação do próprio radiador de óleo;
  • Selos da galeria principal de óleo do motor;
  • Pela junta da carcaça do radiador de óleo;
  • Em alguns motores existem a possibilidade reais de passar óleo pelas borrachas de camisa;
  • Pela própria junta do cabeçote se a mesma vier a romper-se  (queimar),  muito próximo da passagem de óleo para os balanceiros, tuchos do motor, etc.

Enfim, passagem de óleo para água é muito complexo e exigem do mecânico muita técnica, determinação e experiência. Quando se tem o ponto exato do problema fica bem mais fácil, mas quando não, complica bastante.

Vou dar aqui uma dica verídica de passagem de óleo para a água que pegamos em nossa oficina:

Fiz um relatório e guardei junto com muitos outros problemas que já resolvi junto com minha equipe.

Resolvi então publicar neste artigo que tem tudo a ver com o assunto, além de servir de uma dica muito útil!

Dica: Passagem de óleo para a água.

Veiculo: Blazer 1.8 4 cilindros 8v

Fabricante: Gm

Combustível: gasolina

Sistema: Otto

O proprietário nos comunicou através de um telefonema que a sua caminhonete havia misturado água no óleo, quando na verdade era ao contrario. Pois bem, arrastamos o veiculo até as dependências da oficina e começamos os diagnósticos.

De inicio examinando todas as possibilidades chegamos à conclusão que o defeito era no cabeçote, pois a temperatura estava além do normal. Não era por menos levando em consideração que não havia água no sistema de arrefecimento e sim muito óleo.

Retiramos o mesmo e examinando minuciosamente não conseguimos detectar no cabeçote e nem no bloco do motor gravidade ao ponto de passar óleo para a água.

Mesmo assim levamos o cabeçote na retifica que fica aqui mesmo na oficina, testamos e plainamos 0,10 mm (dez centésimos de milímetros) foram necessários para um plainamento uniforme da face do cabeçote, quantia que não possibilitaria passagem de óleo para a água. Mas era o que tínhamos de diagnostico mais próximo o possível, mas não convincente.

Isto quer dizer que: estávamos novamente sem opção e sem saber a causa do problema realmente!

Então prosseguimos com o diagnóstico e retiramos a bomba d’água, pois desconfiamos do bujão da galeria principal de lubrificação do motor, surpresa! Este motor não tinha bujão.

O que fizemos então?

Lavamos todo o sistema de arrefecimento e montamos novamente o cabeçote e as demais peças, pois poderia ser aquele pequeno empenamento. Colocamos o veiculo na “BR” e tudo parecia normal, nada de óleo na água.

Checamos tudo e entregamos o veiculo para o cliente. Dois dias depois, ele estava de volta com o sistema de arrefecimento, abarrotado de óleo. Aquela mistura branca e gosmenta, para a nossa infelicidade e desespero.

E agora?

-Agora temos que descobrir de uma vez por todas, por onde que está passando este óleo.

Nesta hora a melhor coisa é buscar a técnica: sentar, conversar e analisar todas as possibilidades para prosseguir com o diagnostico. O mecânico responsável pelo serviço nesta área já não tinha mais argumentos, mas é um camarada que não desiste e aceita opiniões mesmo que não concorde!

Analisando então as possibilidades chegamos à conclusão que a passagem de óleo para a água era através da galeria principal do óleo do motor. Não existia outro lugar.

Lembra que nós retiramos a bomba d’água, e não havia bujão de vedação na galeria?

Pois é, não existia bujão, mas existia um selo e por capricho da Gm foi colocado de forma a aparecer que fosse fundido com o bloco. Ficamos impressionados com a perfeição imperfeita!

Descoberta do defeito

Sabem como descobrimos?

Testando o sistema de lubrificação.

Com uma pistola de ar e sem o cabeçote inserimos thinner na galeria de óleo que lubrifica os componentes do cabeçote. Colocamos rapidamente ar comprimido e bem vedado para não vazar o ar e assim, comprimimos todo o sistema de lubrificação. O thinner que havíamos colocado vazou por um buraco que tinha diâmetro mais ou menos de um alfinete neste referido selo de vedação.

Sabe quantos dias levamos para descobrir?

Quatro dias e um para montar novamente.

Solução

Arrancamos este selo fizemos rosca e inserimos um bujão, solucionando de uma vez por todas os problemas.


E você o que achou do artigo? Deixe a sua opinião o seu Comentário!

Assine Mecânica Solique e receba as atualizações em seu e-mail!

Ou Curta Mecânica Solique nas redes sociais: Facebook, Twitter, Google+, linkedin


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Olá, Sejam todos Bem-Vindo ao Blog Mecânica Solique! Atualmente exerço a profissão de Retificador de Motores na linha diesel, álcool e gasolina. Também atuo como: reparador, montador de motores, alguns conhecimentos técnicos em motores com injeção eletrônica sistema diesel e Otto. Deixo claro que na mecânica automobilística é impossível ter conhecimentos totais, pois a cada dia nos é apresentado um novo desafio. "Ter conhecimentos e dedicação todos os dias, é que nos torna profissional em qualquer área, aprendendo todos os dias a ser melhor que ontem" (Edvaldo Dias Solique – (Ajustador Mecânico Automobilístico). Autor do Blog: Mecânica Solique Com o tema: "Mecânica dos Tempos Modernos" E também autor dos manuais técnicos: - Corte de óleo; - Retifica do motor do Fusca.

358 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. gildo morais

    estou com um problema com um voyagen 1.0 motor VHT esta apresentando água no óleo mais o carro não sofreu esquente não baixa o nível de água do reservatório mais apareceu a quela borra na tampa do óleo e também não pega pressão no reservatório de agua

    1. Mecânica Solique

      Gildo,
      Água no óleo pode ser pela junta do cabeçote, selos internos do bloco e cabeçote, pode ser trinco no cabeçote.
      O correto é retirar o cabeçote e testá-lo e também verificar selos de vedação em posição interna (junto a galerias de óleo).

  2. RODRIGO

    Estou com o mesmo problema, oleo no reservatorio de agua, o veiculo é uma kia bongo 1999, o problema é que acabei de comprar o veiculo de um terceiro onde ele me disse que fez o motor inteiro á 8 meses.

  3. ancelmo

    ola amigo boa noite tenho uma sprinte d310 e coloco água nela todo dia ela não aquece o que pode estar acontecendo a algumas semanas atras só colocava água uma vez por semana agora é direto desde ja agradesco???

    1. Mecânica Solique

      Ancelmo,
      Não tem outra coisa acontecendo do que vazamentos por algum lugar. Pode ser interno ou externo!

  4. Luiz Felipe

    Tenho uma parati cht 1.6, percebi, que esta passando um pouco de oleo na agua, muito pouco mesmo, mas esta passando, ela anda normal, mas passou de 100 km h, ela esquenta. E quando pela uma ladeira grande e uma serra ela esquenta. Obs ja troquei a junta pois passaou agua no oleo, e agora esta passando oleo para agua, oq faco

    1. Mecânica Solique

      Luiz,
      Você plainou o cabeçote?
      Conferiu altura das camisas do motor em relação a face do bloco?
      Conferiu a vedação dos anéis da camisa ao bloco?
      Um destes é a causa do defeito do motor de sua parati!

  5. Guillermo

    Tenho uma S10 com motor MWM Sprint o qual ferveu e a retificadora, trocou a junta e retificou o cabecote, porem depois de dois dias voltei para oficina pois revisei a vareta de oleo no qual estaba misturada com agua. Foi feito teste de trincado no cabecote e nao foi encontrado. Eles me falam que pode ser a bomba de agua…?

    1. Mecânica Solique

      O problema de seu motor pode ser no radiador de óleo ou selos de vedação da água interno no cabeçote, fica localizados entre os guias de valvulas.

  6. RODRIGO

    troquei o radiador de agua, junta da tampa de valvula, velas aquecedoras, fez limpeza no sistema, e o problema de oleo no reservatorio de agua continua, ao tirar a tampa do radiador verifiquei bastante óleo ao redor da tampa, o mecanico esta dizendo que pode ter residuos de oleo….sinceramente não sei o que fazer. Teria alguma ideia?

    1. Mecânica Solique

      Que carro é o seu? Já verificou radiador de oleo?

  7. Rui

    Olá, tenho um celta modelo 2006 está com óleo na água do radiador, já troquei até o bloco do motor, mas mesmo assim ainda aparece óleo na água, será que esse óleo que aparece está preso nas galerias do radiador, e quando esquenta esse óleo se solta? O motor do celta tem radiador de óleo? Obrigado!

    1. Mecânica Solique

      Não tem radiador de óleo. Caso o radiador não foi limpo e nem trocado há esta possibilidade, mas também pode ser o cabeçote ou a junta do mesmo.

  8. Rui

    Olá, obrigado pela resposta, parabéns pelo seu Blog!!
    Valeu.

  9. Guga

    Olá, tenho um Citroen Picasso 2.0 16v modelo 2012, no qual, pude verificar no reservatório de água resíduos muitos fortes de óleo, como “placas” amareladas na tampa com odor estranho, além de ter-se uma “crosta viscosa” na parte interna do reservatório quando coloca-se o dedo. O nível do óleo está normal, o nível da água não baixa e também a luz-espia do indicador não mostrou nenhuma irregularidade como super aquecimento, etc. O que pode ser? Estou super preocupado pois estou com uma viagem muito próxima agendada com cerca de 300Km a percorrer e estou receoso de acontecer algo, pois só consegui marcar revisão no veículo para 15 dias após essa viagem. O que pode ser? Será muito arriscado realizar essa viagem? O que pode acontecer?

    1. Mecânica Solique

      Arriscadíssimo,
      Pois o problema está as vistas.
      O óleo também esta baixando, pois está enchendo o reservatório de agua! Concorda?
      O problema de seu carro é ma vedação da junta do cabeçote.
      Tem que plainar este cabeçote, rever vedações das camisas urgente.

  10. senavinicius

    Olá Edvaldo, muito boa a discussão aqui. Estou enfrentando o mesmo problema com o 207 10/11. Levei para o mecânico, pedindo para que ele trocasse o trocador do calor. Estou confiante de que isso resolverá o problema! O pessoal aqui no blog não deu feedback não, dizendo se essa troca resolveu ou não o problema?

    PS. estou com um (outro) super problema, eu falei com o mecânico, bastante competente por sinal, para trocar o trocador de calor, mas ele incluiu no orçamento uma “carcaça da válvula termostática”, e não o trocador de calor. Vendo as imagens do Google, percebi que isso não tem nada a ver, correto? Mandei uma mensagem falando para ele não trocar a tal carcaça, mas sim o trocador. Amanhã pego a resposta com ele. Mas ele viajou na maionese ao incluir no orçamento a tal carcaça, correto? E ao não incluir o trocador.

    Abraço,

    1. Mecânica Solique

      Corretíssimo,
      Carcaça da válvula termostática com problemas iria superaquecer o motor.

    2. Vinicius

      Veja só, o Peugeot 207 1.4 realmente não tem o trocador de calor. Eu tirei foto das peças, tanto já no carro quanto na mão. A peça equivalente ao trocador de calor, na qual o filtro de óleo se liga, é bem diferente, e não passa água por ela!

      Além disso, eu coloquei uma foto da água que saiu de dentro da carcaça da válvula termostática. A água ainda estava verde, como o fluido, e não pastosa igual doce de leite. Já no reservatório de água a água estava parecendo doce de leite. Estranho o fato das águas não se misturarem.

      E agora, o problema realmente deve ser na junta do cabeçote, né? Não deve ser mesmo na carcaça da válvula termostática?

      https://www.dropbox.com/sh/xk59n62tvq0xrt7/AABn-JessvD4tAdzNexbF1wHa?dl=0

      Abraço! Valeu!

  11. Vinicius

    Olá Edvaldo, chegou a reparar nas informações que passei?

    Abraço,

    1. Mecânica Solique

      Vinicius,
      me desculpe, mas não entendi. Você me enviou mensagens, sugestões duvidas?
      São muitas perguntas de pessoas e problemas diferenciados.
      Poderia me enviar novamente a sua mensagem?

    2. Vinicius

      Olá Edvaldo, reenvio a mensagem sim. Eu havia enviado ela na última terça, dia 16.

      Veja só, o Peugeot 207 1.4 realmente não tem o trocador de calor. Eu tirei foto das peças, tanto já no carro quanto na mão. A peça equivalente ao trocador de calor, na qual o filtro de óleo se liga, é bem diferente, e não passa água por ela!

      Além disso, eu coloquei uma foto da água que saiu de dentro da carcaça da válvula termostática. A água ainda estava verde, como o fluido, e não pastosa igual doce de leite. Já no reservatório de água a água estava parecendo doce de leite. Estranho o fato das águas não se misturarem.

      E agora, o problema realmente deve ser na junta do cabeçote, né? Não deve ser mesmo na carcaça da válvula termostática?

      As fotos estão no link a seguir:

      https://www.dropbox.com/sh/xk59n62tvq0xrt7/AABn-JessvD4tAdzNexbF1wHa?dl=0

      Abraço! Valeu!

    3. oliveiraseric

      Bom dia Vinicius, estou tendo o mesmo problema com o meu 207 e não consegui solução. Isso ocorre acerca de um ano. Você conseguiu descobrir alguma novidade?

      Sorte para nós!

  12. mauricio

    bom dia, tenho um audi a3, motor agn, aspirado, 1.8-20v, mecanico, esta misturando oleo na agua, em 15 minutos ligado vai os 4 litros tudo para agua, o resfriador de oleo esta ok, e a junta tambem, vc teria ideia do que poderia ser? vc sabe me dizer onde estao os selos do bloco, e se tem selo interno, obrigado ,obrigado

    1. Mecânica Solique

      Óleo na água poderá ser trinca no bloco (em alguma galeria perto de galerias de água) Veja por dentro do alojamento da bomba de água se existe selo ou bujão, se houver 90% poderá ser por aí,segundo a rapidez da mistura em seu relato.

  13. gilberto

    Trabalho como mecanico na Inglaterra ha 9 anos estou com uma missao bem dificil , tenho um vw toureg v10 diesel do qual o sistema de arrefecimento esta preto de oleo, comeco a investigacao em breve mas vou direto no resfriador de oleo,mas ao ler esta materia vou considerar todas as circunstancias,Deus me ajude.

  14. edson

    boa noite edvaldo td bem? tenho um peugeot 207 ano 2010 mo 2011 a uns dias atras mandei limpar o reservatorio da agua pq tava um creme tipo café com leite! mais parecia uma lama! o mecanico deu 100% que era óleo na agua,fiquei assustado pq poderia ser trinca no motor ou problema na junta do cabeçote.Pediu para observar a água,mais ao meu ver ñ tem óleo na água,ñ acusa nada no painel,ela apresenta a mesma sujeira.Qual a sua opinião? obrigado….

    1. Mecânica Solique

      Edson,
      Tem ou não tem óleo na água? Que tipo de sujeira?

    2. edson

      boa noite edvaldo….. a sujeira é um borra marron que fica grudado nas laterais no reservatorio ….como eu limpei td e esta sujo denovo …sera que é porque ficou residuo no motor e agora esta voltando pro reservatorio? muito obrigado e parabéns estou começando a aprender alguma coisa contigo……………..

    3. Mecânica Solique

      Edson,
      Pode ser resíduos antigos. Obrigado pela preferencia!

  15. Paulo Francisco Ablum da Mata

    muito bom dia Macanica Solique,acabei de comprar uma chrysler voyger 2.5 td de 1999 e deparei-me exatamente com esse problema,nao é muito oleo na agua mas é algum que me deixa preocupado,o carro jà tem 250.000 kms,puxa bem,anda bem,o turbo nao tem folga,jà pedi a opiniao de um mecanico onde me disse que o problema pode vir dos vedantes das valvolas ou entao de um filtro onde passa o oleo e a agua,que devo fazer ??? como deve conhecer esses motores tenho a impressao que sao motores VM muito obrigado por me exclarecer,fico portanto à espera da sua resposta muito obrigado

    1. Mecânica Solique

      Paulo,
      Pode ser pelo radiador de óleo se tiver ou pela junta do cabeçote.

  16. Leandro Gadelha

    Estou com o problema de passagem de Óleo para o sistema de arrefecimento no Peugeot 207 1.4 2010/11, com apenas 60 mil Km. O diagnóstico q o mecânico me deu foi a passagem se deu pela junta do cabeçote e que isso é crônico no 207. É correto isso?

    1. Mecânica Solique

      Pode ser pelo cabeçote, radiador de oleo e também pelas camisas.

  17. Enaldo

    olá amigo eu estou com um problema com motor da captiva 2.4 16 val ecotec,fiz um serviço de plaina no cabeçote. montei com a junta original e motor ficou funcionando normal em marcha lenta , mas na alta ficou com um vibrado na aceleração, minha duvida e ( folga na corrente de distribuição, sincronismo,ou este modelo de cabeçote não pode ser plainado. este veiculo possui câmbio automático tbm .. e quando na mudança de marcha tbm apresenta o vibrado principalmente na subida pesada. desde já muito obrigado.

    1. Mecânica Solique

      Enaldo,
      Se foi plainado dentro da tolerância não há problemas. Acontece muito queimar as vedações das válvulas ou danificar alguma válvula pelo superaquecimento, se isto acontecer o motor falha, fica tremendo e quando precisa do motor (acelerar), o motor vibra e não tem retomada.
      Cabeçote, qualquer cabeçote queimou junta, ou qualquer outro problema tem que ser feito completo, ou pelo menos assentamentos das válvulas! Faço assim, raramente tenho problemas.
      Este vibrado por acaso não é falhamento de algum dos cilindros?
      Se for pode estar com entrada de ar pelo coletor, mangueira do hidrovácuo mal conectada, fora de sincronismo ou existe problemas com um dos bicos ou problemas com a bomba de combustível.
      O correto é rastrear com Scanner o sistema de injeção, poderá ter alguma falha registrada pela central ou centrais.

  18. werley

    olá eu tenho uma frontier mwm ela ta passando oleo pra água,o que pode ser?

    1. Mecânica Solique

      90% pode ser pelo radiador de óleo. O mesmo deve ser trocado!
      10% pela junta do cabeçote. Retificar o mesmo e trocar a junta!

  19. Evandro Santos Rodrigues

    Tenho um gol 1991,misturado agua com oleo o que fazer.

    1. Mecânica Solique

      Se for motor AP, deve ser visto o radiador de óleo junto ao filtro de óleo, os demais motores poderá ser junta de cabeçote ou trinca interna tanto no cabeçote como no bloco.

Carregar mais comentários

A sua dúvida, opinião e cometários é muito importante para todos os leitores. Agindo assim ajudaremos a todos!

More in Dados técnicos (17 of 33 articles)

%d blogueiros gostam disto: