Mistura de óleo na água do motor, como diagnosticar este problema?

Tecnicamente este fenômeno é conhecido como: mistura de óleo lubrificante no sistema de arrefecimento.

Toda vez que a junta do cabeçote de qualquer veiculo se queima, o mais comum é misturar água no óleo, e logo o mecânico saberá a causa dos problemas e deduzirá que a junta do mesmo queimou ou então ouve trinca interna no cabeçote, furou-se a camisa do motor e outros problemas de mesmas conjunturas.

Agora quando o problema é óleo na água, aí ficam muito mais complexos os diagnósticos.

Existem mecanismos ou situações difíceis de detectar de imediato. E testes são necessários.

Mas testar como, se nem sei por onde está passando este óleo?

Pergunta muito comum para a maioria dos mecânicos e proprietários de veículos.

Estes fatos desagradáveis acontecem muito em motores diesel, porque no mesmo são instalados intercambiadores de calor na galeria de óleo que tem função especifica de resfriar o óleo. Colocados em compartimentos apropriados, o intercambiador de calor (conhecido pelos mecânicos como radiador de óleo ou trocador de calor), é instalado na galeria principal do óleo do motor e o mesmo permanece mergulhado no líquido de arrefecimento. Imaginaram agora a gravidade do problema?

Mas estes radiadores nem sempre são instalados desta maneira. Existem instalações onde são acopladas no próprio radiador de óleo, mangueiras de água ligada do motor ou do radiador de água que fazem o mesmo processo: resfriar o óleo.

Estas mangueiras entram e saem do radiador e se este vier a furar, romper alguma colmeia mistura óleo na água do mesmo jeito.

Nos motores do sistema Otto, o intercambiador de calor é acoplado no suporte do filtro de óleo e geralmente é fabricado em liga de alumínio: Primeiro é fixado no bloco o suporte do filtro na galeria de lubrificação principal do motor, depois o intercambiador e por ultimo o filtro de óleo.

Porque que está instalado nesta região?

Porque Primeiro o óleo é bombeado para o filtro de óleo, depois é refrigerado pelo radiador de óleo e levado para o restante do circuito de lubrificação do motor.

Neste sistema as únicas vedações entre a água do arrefecimento e o óleo lubrificante são feitas por anéis de borrachas, que tem uma eficiência na vedação.  O que acontece muito é a falta de uso de aditivos no sistema de arrefecimento.

Levando em consideração que neste intercambiador de calor circula a água do sistema de arrefecimento, e como o radiador é de liga de alumínio ele facilmente será corroído por não houver proteção aditiva. É por estes motivos que no sistema Otto gera se muitos problemas de mistura de óleo na água.

Outras possibilidades de passagem de óleo para a água:

Também devemos levar em considerações que nem sempre o radiador de óleo é o vilão, existem vários outros locais no motor com estas possibilidades de passagem de óleo para a água. Exemplos:

  • Juntas de vedação do próprio radiador de óleo;
  • Selos da galeria principal de óleo do motor;
  • Pela junta da carcaça do radiador de óleo;
  • Em alguns motores existem a possibilidade reais de passar óleo pelas borrachas de camisa;
  • Pela própria junta do cabeçote se a mesma vier a romper-se  (queimar),  muito próximo da passagem de óleo para os balanceiros, tuchos do motor, etc.

Enfim, passagem de óleo para água é muito complexo e exigem do mecânico muita técnica, determinação e experiência. Quando se tem o ponto exato do problema fica bem mais fácil, mas quando não, complica bastante.

Vou dar aqui uma dica verídica de passagem de óleo para a água que pegamos em nossa oficina:

Fiz um relatório e guardei junto com muitos outros problemas que já resolvi junto com minha equipe.

Resolvi então publicar neste artigo que tem tudo a ver com o assunto, além de servir de uma dica muito útil!

Dica: Passagem de óleo para a água.

Veiculo: Blazer 1.8 4 cilindros 8v

Fabricante: Gm

Combustível: gasolina

Sistema: Otto

O proprietário nos comunicou através de um telefonema que a sua caminhonete havia misturado água no óleo, quando na verdade era ao contrario. Pois bem, arrastamos o veiculo até as dependências da oficina e começamos os diagnósticos.

De inicio examinando todas as possibilidades chegamos à conclusão que o defeito era no cabeçote, pois a temperatura estava além do normal. Não era por menos levando em consideração que não havia água no sistema de arrefecimento e sim muito óleo.

Retiramos o mesmo e examinando minuciosamente não conseguimos detectar no cabeçote e nem no bloco do motor gravidade ao ponto de passar óleo para a água.

Mesmo assim levamos o cabeçote na retifica que fica aqui mesmo na oficina, testamos e plainamos 0,10 mm (dez centésimos de milímetros) foram necessários para um plainamento uniforme da face do cabeçote, quantia que não possibilitaria passagem de óleo para a água. Mas era o que tínhamos de diagnostico mais próximo o possível, mas não convincente.

Isto quer dizer que: estávamos novamente sem opção e sem saber a causa do problema realmente!

Então prosseguimos com o diagnóstico e retiramos a bomba d’água, pois desconfiamos do bujão da galeria principal de lubrificação do motor, surpresa! Este motor não tinha bujão.

O que fizemos então?

Lavamos todo o sistema de arrefecimento e montamos novamente o cabeçote e as demais peças, pois poderia ser aquele pequeno empenamento. Colocamos o veiculo na “BR” e tudo parecia normal, nada de óleo na água.

Checamos tudo e entregamos o veiculo para o cliente. Dois dias depois, ele estava de volta com o sistema de arrefecimento, abarrotado de óleo. Aquela mistura branca e gosmenta, para a nossa infelicidade e desespero.

E agora?

-Agora temos que descobrir de uma vez por todas, por onde que está passando este óleo.

Nesta hora a melhor coisa é buscar a técnica: sentar, conversar e analisar todas as possibilidades para prosseguir com o diagnostico. O mecânico responsável pelo serviço nesta área já não tinha mais argumentos, mas é um camarada que não desiste e aceita opiniões mesmo que não concorde!

Analisando então as possibilidades chegamos à conclusão que a passagem de óleo para a água era através da galeria principal do óleo do motor. Não existia outro lugar.

Lembra que nós retiramos a bomba d’água, e não havia bujão de vedação na galeria?

Pois é, não existia bujão, mas existia um selo e por capricho da Gm foi colocado de forma a aparecer que fosse fundido com o bloco. Ficamos impressionados com a perfeição imperfeita!

Descoberta do defeito

Sabem como descobrimos?

Testando o sistema de lubrificação.

Com uma pistola de ar e sem o cabeçote inserimos thinner na galeria de óleo que lubrifica os componentes do cabeçote. Colocamos rapidamente ar comprimido e bem vedado para não vazar o ar e assim, comprimimos todo o sistema de lubrificação. O thinner que havíamos colocado vazou por um buraco que tinha diâmetro mais ou menos de um alfinete neste referido selo de vedação.

Sabe quantos dias levamos para descobrir?

Quatro dias e um para montar novamente.

Solução

Arrancamos este selo fizemos rosca e inserimos um bujão, solucionando de uma vez por todas os problemas.


E você o que achou do artigo? Deixe a sua opinião o seu Comentário!

Assine Mecânica Solique e receba as atualizações em seu e-mail!

Ou Curta Mecânica Solique nas redes sociais: Facebook, Twitter, Google+, linkedin


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Olá, Sejam todos Bem-Vindo ao Blog EdSolique! Atualmente exerço a profissão de Retificador de Motores na linha diesel, álcool e gasolina. Também atuo como: reparador, montador de motores, alguns conhecimentos técnicos em motores com injeção eletrônica sistema diesel e Otto. Deixo claro que na mecânica automobilística é impossível ter conhecimentos totais, pois a cada dia nos é apresentado um novo desafio. "Ter conhecimentos e dedicação todos os dias, é que nos torna profissional em qualquer área, aprendendo todos os dias a ser melhor que ontem" (Edvaldo Dias Solique – (Ajustador Mecânico Automobilístico). Autor do Blog: EdSolique Com o tema: "Mecânico dos Tempos Modernos"

275 opiniões sobre “Mistura de óleo na água do motor, como diagnosticar este problema?”

  1. Gostei muito do artigo, profissionais criteriosos e com grande conhecimento técnico são a cada dia mais raros no país. Quero aproveitar para tirar uma dúvida, se possível.
    Tenho uma Montana 2004 1.8 com pouco mais de 100mil km que aparentemente está com a junta do cabeçote queimada, pois o nível da água diminui sem sinais de vazamento, e apresenta a formação de borra branca na tampa do óleo e na pontinha da vareta. O funcionamento do motor está normal, com bom desempenho e sem apresentar ruídos estranhos.
    Atualmente utilizo o lubrificante Havoline 20w50-SJ. Posso continuar rodando assim por mais alguns meses, trocando o óleo e filtro a cada 2000km? O que pode acarretar a curto prazo essa passagem de água para o óleo? Pretendo retificar totalmente o motor, mas somente daqui alguns meses.
    Obrigado pela atenção.

    1. Eulen,
      O motor está apresentando problemas, não recomendaria ficar andando com o carro.
      Se estiver passando água para dentro do cilindro, o motor corre o risco de dar calço hidráulico e entortar uma ou mais bielas, pode até mesmo quebrar uma biela se algo mais grave acontecer.
      Não estou lhe assustando, mas estes são dados teórico, pode acontecer como não. Como conhecemos as causas, sempre julgamos o pior, porque motor é imprevisível. Principalmente quando a indícios graves, como passagem de água sem que possa ser visto.
      Abraços.

    2. Muito obrigado pela opinião EdSolique, acho que vou resolver este problema o mais brevemente possível. Seu blog é excelente

  2. O meu problema é que troquei por 2 x seguidas o trocador de calor do motor e 1 x o trocador de calor do cambio , o carro é automático, é um cordoba 2001 motor 1.6 SR, agora novamente entrou oleo em todo sistema , como nas vezes anteriores, e pela 3 xquebrou o trocador de oleo do motor.
    O que faz essas peças quebrarem assim com tanta frequencia? é junta queimada? trinca no cabeçote?
    Abraço

    1. Nicolau,
      Geralmente estas peças quebram por aplicação incorreta, ou seja, pode ser que os alojamentos dos anéis de vedação da carcaça do trocador de calor esteja deteriorada, trincada, desalinhado o seu parafuso de fixação, ou então a válvula reguladora de pressão do filtro que fica alojada nesta carcaça esteja obstruída, travada, etc.
      Abraços.

  3. boa noite, tenho uma kombi flex ano 2008, desde que comprei começou apresentar defeito na refrigeração, ja troquei a cebolimha mas demora muito em armar a ventoinha e quando rodo alguns km acende a no painél a luz vermelha do radiador, e aí para carro espero esfriar e abro atampa do reservatório da água e retiro o ar e aluz do painél apaga voltando a funcionar normalmente, já fui nos mecanicos de radiador mas ta difícil ninguém esta conseguindo resolver. O que devo fazer vc pode me indicar algum profissional que resolva o problema? Abraço Roberto

    1. Roberto,
      Passei dias amargos junto com minha equipe. Vários prejuízos tivemos com motor deste veiculo, por causa destes problemas que por enquanto está sendo um mistério e as mesmas que mexemos (várias) é exatamente deste ano da sua.
      Parece que agora descobrimos a causa do problema, mas estamos ainda analisando e não temos dados concretos se é isto mesmo, mas está rodando normalmente a kombi sem maiores problemas.
      Hoje montamos outro motor que aconteceu exatamente superaquecimento e derreteu cabeçote, cilindro (e por inclinável que pareça, somente o quarto cilindro é que da problema em todas que mexemos o mesmo defeito. Derrete válvulas, vela, pistão, cabeçote solta a sede e somente no quarto cilindro), já fizemos todos os testes que você imaginar. Vários outras oficinas e retifica da região estão tendo problemas semelhantes.
      Os defeitos é superaquecimento, ventoinha liga antes do tempo, a luz de óleo acende ou fica piscando, o motor ferve, joga água fora e entra ar no sistema e a temperatura marca 90° graus.
      Estamos monitorando de perto três kombi e mais esta que estamos montando, estamos testando vários itens do sistema e acreditamos ter chegado a uma solução, mas ainda não vou contar e nem publicar. Assim que tivermos dados corretos e for autorizado por minha equipe, vou escrever um artigo documentado os acontecidos, os testes e os resultados.
      Abraços.

  4. Boa tarde EdSolique, recentemente publiquei sobre meu Fiat Stilo aqui e finalmente essa semana ele ficou pronto, gastei R$ 4.300,00 nele, foi necessário a substituição dos pistões, bomba D’agua, bomba de óleo entre outras coisas por causa da junta do cabeçote que tinha queimado.
    O carro ficou zero, como era de se esperar, mais macio, alcança a temperatura normal mais rápido que antes enfim, estava precisando de fazer o que fiz.
    Uma dúvida, o mecânico me entregou o carro e quando fui ver o liquido de arrefecimento estava abaixo da marca máximo, completei com 500ml de aditivo orgânico da cor vermelha que eu tinha em casa diluído em 50% para 50% de água desmineralizada. Mas falando com ele hoje expliquei o que tinha ocorrido e ele me disse que colocou o Paraflu da cor verde.
    Estou preocupado com isso agora, ele disse que como foi uma quantidade pequena não tem problema. Você acha que devo me preocupar ou não tem problema mesmo, o que me sugere?
    Abraço e obrigado mais uma vez.

    1. Reginaldo,
      O correto é retirar todo o liquido de arrefecimento e fazer uma lavagem no sistema, faz se isto com o motor em funcionamento com a água entrando pelo reservatório e saindo por umas das mangueiras do radiador. O mecânico saberá como fazer, assim todo o sistema e os aditivos misturados sairão e ficará limpo o sistema. Depois coloque o aditivo correto e nas proporções corretas.
      Porque disto Reginaldo?
      Por que aditivos misturados mesmo que em proporções pequenas, entram em reação quimica e atacam o sistema, principalmente o alumínio, corroê tudo.
      Abraços.

    2. Obrigado por me auxiliar novamente, vou providenciar esse reparo quando fizer a primeira revisão. Acredito que alguns meses não devo ter problemas.
      Abraços.

  5. Tenho um siena 2005 1.8 flex 8v. Está entrando óleo no reservatório d’água. Já foi trocado a junta do cabeçote. E o problema continua. O que devo fazer?

    1. Yasmin,
      O motor de seu carro é GM?
      Se for retire a bomba de água e verifique se não ha furo na galeria de óleo, ou então teste o cabeçote pode ser que o mesmo esteja trincado internamente em galerias de óleo para a água ou então a junta do cabeçote não está correta, no torque especifico, de qualidade inferior ao recomendado pela montadora, etc.
      abraços.

  6. Bom dia EdSolique,o meu carro é um santana quantum 88,que estava entrando água no motor quando verificava o óleo na vareta vinha aquela cor de café com leite e acendia a luz do óleo no painel,levei no mecânico que já tinha retificado o motor dela e ele disse que era o refrigerador do óleo ou trocador de calor pelo que vi aqui acima,ele então ligou as mangueiras de água direto sem passar pelo mesmo (jampeou),mas continuou entrando água então ele trocou a junta e parou porém ele deixou o trocador isolado sem as mangueiras de água
    1-pode entrar água no motor pelo trocador?
    2-pode deixar o trocador assim isolado ou devo colocar as mangueiras de volta?
    motor:AP 2000,gasolina desde já agradeço.

    1. Wallace,
      Pode sim passar tanto agua para o óleo como óleo para a água, mas no seu caso me parece que o problema era a junta do cabeçote.
      Bem, o correto é que funcione o radiador de óleo, pois ele tem a função de refrigerar óleo neste motor. Passar para você deixar isolado, não posso fazer isto! Neste caso você deverá consultar o seu mecânico, pois foi confirmado por ele que não era ai o problema.
      Abraços.

  7. Ola, tenho uma F250 2001, motor mwm 6cc, o mesmo foi danificado em janeiro de 2013 quando vazou a agua por um selo do motor. Então fiz o motor por completo,porem percebemos que no cabeçote já havia uma retificação,então o mecânico resolveu fazer uma tentativa de retifica e para compensar usou uma junta um pouco maior,a principio deu tudo certo,porem agora em fevereiro percebi que a agua do reservatório vem baixando,porem quando abro a tampa do mesmo a agua sobe novamente,algumas vezes não volta ao mesmo nível,parece haver uma pressão. Percebi também que parece haver manchas de óleo junto há agua. não há alteração na temperatura e nem perda de força e muito menos vazamento. O que pode estar acontecendo?

    1. Alanofr,
      Se há pressão no reservatório pode estar novamente com a junta do cabeçote queimada. Mistura de óleo na agua pode ser junta do cabeçote danificada ou radiador de óleo trincado ou juntas também quebradas, danificadas do radiador de óleo. Analisando pelo seu relato o problema está mais para junta do cabeçote queimada.
      Abraços

  8. Bom dia estou com o seguinte problema, meu carro ferveu e agora a água do do reservatório esta passando para o óleo do motor, só que seu funcionamento esta normal.Sei que a junta queimou e ele já tava queimando um pouco de óleo, no caso eu poderia trocar o óleo dele e fazer uma viagem de 60 km, e que o estou em uma cidade onde não tenho uma oficina de confiança. Modelo GOL1.0 G3

    1. Paulo,
      Talvez esteja respondendo tarde a sua pergunta, mas o correto é colocar o seu carro em cima do guincho e trazer para a sua cidade. 60 quilometros para as condições do motor de seu carro é muito longe.
      Abraço.

    2. Mesmo que eu troque o óleo dele, você acha complicado esta viagem.Obrigado pela dica.

    3. No meu ponto de vista sim. A luz de óleo acendeu é problema, não ignore este alerta procure saber sempre o motivo.

  9. Bom dia,tenho uma santana quantum 2000 ano 99,há um ano atraz troquei o radiador de oleo pois o mesmo estava passando oleo pra agua,esses dias atras começou o problema novamente,como uso o carro pra ir ao trabalho mais ou menos 16 km ida e volta jampeei as mangueiras de agua do radiador,a peça que troquei era nova na caixa,pode ser que ja corroeu novamente ????

    1. Paschoal,
      Tem esta possibilidade.
      Também pode ser pela junta do cabeçote ou se foi efetuado troca do filtro lubrificante pode ocorrer também de o radiador rodar junto e estourar a borracha de vedação entre o radiador e o suporte do filtro.
      De uma olhada nestas possibilidades.

  10. amigo , tenho uma santana quantum ano 2001 motor 1.8 mi comprei ela a uns 5 mesesestava super boa desenvolvia bem e bom consumo,so estava esquentando demais na lenta mais quando acelerava baixava a temperatura e esta com dois bicos vasando quando liga o carro pela manha depois de alguns minutos para, sobre a temperatura cheguei a conclusao q era o interruptor do radiador q estava ligando atrasado, inventei de trocar ai começou os poblemas, ao trocar molhou o sensor de detonaçao o carro começou a tremer nao sobe o giro comprei um usado e um paralelo e nao adiantou, fui no mecanico ele falou, q tinha q trocar velas, cabos bicos limpar tbi, ainda nao fiz, ele me sugeriu para isolar o sensor e unir os dois fios q passam pelo conector fiz mais nao ficou legal agora começou a quando estou andando e paro o rpm vai a 500 e sobepara 950 fica assim direto ate eu dar uma pisada no acelerador ai normaliza me ajude oq devo fazer, e pode danificar algo com com a uniao dos fios do sensor de detonaçao? sera q pode ser os bicos .

    1. Marcio,
      O interruptor de temperatura do radiador deve ter a mesma temperatura do sensor de temperatura do motor e da válvula termostática, ambos trabalham com as mesmas informações e a central entende assim.
      Quantos as aos bicos injetores tem que ser arrumados o mais rápido possível, ou então impossível regular o funcionamento do motor.
      O sensor de detonação é peça importantíssima para o sistema de injeção, é por ele que a central adianta ou atrasa o ponto de injeção, ignição. Ligação direta não vale nada para o sistema em termos de informação, apenas poderá destruir este canal de informação na placa da central. Quem te informou não conhece de injeção eletrônica. A marcha lenta é controlada pelo corpo de borboletas, porém o mesmo deve estar em perfeito estado de funcionamento, tanto o corpo de borboletas como o atuador de marcha lenta.
      Resumindo Marcio, você terá que levar em uma oficina especializada e rastrear com aparelho de injeção todo o sistema para ter em mãos os problemas registrado pela central, para depois seguir com os reparos e possíveis trocas de componentes. No seu carro segundo o seu relato foi feito muitas alterações no sistema de injeção e também mecânico, continuar adivinhando ou aplicando achismo de um e de outro, acaba por prejudicar ainda mais e provocar danos que poderão ser irreversíveis tanto para o motor como para o sistema de injeção.
      Abraços.

  11. Boa noite ! Essa semana fiz a troca do meu carro peguei um Peugeot 207 ano 2010 com 47.000 KM rodados, em uma concessionária da Renault.
    Ontem notei uma coisa estranha no reservatório e resolvi leva-lo ao mecânico. Meu mecânico de confiança me alertou que poderia ser óleo, e decidimos fazer uma limpeza no sistema de arrefecimento para diagnosticar se ha algum problema.
    Ele fez toda a limpeza, retirou o possível do óleo que se encontrava no reservatório, e diagnosticou que nas mangueiras quem carregam a água também não havia vestígios de óleo.
    Assim, rodamos com o carro por cerca de 40 KM sem apresentar problemas, não houve vazamento de água na vareta, e o veículo não ferveu, andou com o marcador sempre a 90 graus e a ventoinha armando normalmente.
    Pois bem, tenho uma viagem marcada para daqui a duas semanas, andar cerca de 280 KM e meu mecânico falou posso ir tranquilo e assim que voltar entrega-lo o carro pra ele fazer outra vistoria para confirmar se ha mesmo algum vazamento. Gostaria de saber se posso mesmo confiar nisso e viajar tranquilo?

    1. Bruno,
      Não posso te aconselhar nada de imediato pois você mesmo disse que pegou o carro a uma semana, como posso dizer sem ao menos estar vendo a situação e dizer a você que pode ir viajar e que não lhe renderá problemas!!! A única pessoa que disse que você pode viajar foi o seu mecânico de confiança se ele disse que pode ir vá, afinal ele sabe o que está falando né.
      Aconselharia sim, você fazer o seguinte: Ir até a concessionária e pegar outro carro sem problemas, pois tem direito de reclamação durante 90 dias, além da concessionária garantir cambio e motor que é somente o que eles garantem né? Porque este seu carro já veio com problemas, pode estar com problemas e ninguém além deles sabem se foi resolvido ou não! Me entendi?
      Agora a decisão é sua!
      Abraços.

    2. Bruno estou com o mesmo problema que o seu, inclusive o carro também um peugeot 207 2011 com 28.mil km….fiz a limpeza que apresentava o mesmo problema, rodei cerca de 500 km e o problema persiste, a temperatura normal tudo normal, mas esta semana vou ter que resolver de uma forma ou de outra, estou no aguardo a dica do EdSolique do que fazer ??

  12. olá amigo…tenho um peugeot 207 ano 2011 com cerca de 28.000 km e no reservatório de água encontrei tipo uma graxa com o motor frio, após o aquecimento o mesmo fica parecendo um doce de leite. Efetuamos a limpeza do sistema de arrefecimento mas o problema persiste. Na sua opinião qual seria o procedimento agora, trocar junta do cabeçote e plainar ou testar o trocador de calos se é que tem no 207??

    1. Caio,
      Quando ha mistura de óleo no reservatório o problema maior é no trocador de calor, mas também poderá ser pela junta do cabeçote. Mas, como você disse não estar aquecendo o problema poderá ser mesmo no trocador de calor. Ele deve ter furado ou então violado a sua vedação por consequência da troca do filtro em uma provável troca do mesmo.
      Antes de mais nada faça testes primeiro no trocador de calor, se não resolver o problema é na junta do cabeçote ou no cabeçote (trinca).

    2. Olá! Tenho um 207 Passion, 2009/2009, com 17.000 km e no reservatório de arrefecimento há um “creme” tipo doce de leite, misturado a água. Comprei este carro a um mês e meio em uma concessionária da Renault, em BH. Levei o carro para meu mecânico e ele disse que se tratava de óleo no arrefecimento. Já o mecânico da concessionária desconfia que seja algum produto utilizado para limpeza do sistema de arrefecimento, onde o antigo proprietário não fez a sangria necessária. Ele propôs esgotar o sistema pelo menos três vezes para confirmar o diagnostico. Este modelo não possui trocador de calor pergunto se realmente pode ser produto de limpeza no sistema ou se é óleo com certeza? A causa pode ser a junta queimada ou pode haver outro motivo, caso seja óleo mesmo. Agradeço a atenção.

    3. Gabriel,
      Pode ser junta do cabeçote queimada; pode ser trinco no cabeçote ou anéis de vedação das camisas do motor (cilindros) danificados.
      Faça um teste: Coloque o carro no elevador, retire o cárter, e observe se pinga ou escorre água através das camisas do motor (cilindro do motor, onde vai os pistões).
      De 100%, posso apostar 60% que é anel de vedação das camisas.
      Abraços.

  13. ED BOA NOITE, FIZ ESSA SEMANA UMA TROCA DA JUNTA DO CABEÇOTE POIS QUEIMOU, E MEU CARRO NÃO VAZAVA OLEO , MAIS DEPOIS DISSO FICOU VAZANDO OLEO PELA PARTE DO CABEÇOTE , O QUE PODE TER OCORRIDO? É GRAVE DE SER RESOLVIDO? APESAR QUE O MECANICO QUE FEZ ELE TEM QUE TER GARANTIA DO TRABALHO DELE CERTO?

    1. Aline,
      Você não mencionou qual o modelo do veiculo, qual motor?
      Mas, com certeza o mecânico que fez a reparação tem que refazer os serviços. Não ficou bom tem que ter garantia, alias não deveria nem entregar o carro!
      Também tem que ter certeza que é pela junta, talvez pode ser vazamento pela cebolinha do óleo, tampa de válvula, etc.

  14. Boa noite,estou ainda com o refrigerador de óleo da quantum sem usar,as mangueiras estão ligadas direto porém a luz do óleo fica piscando as vezes para,depois volta a piscar com menos frequência sendo que o óleo esta tudo ok acabei de trocar,seria a falta do refrigerador do óleo.desde já agradeço

    1. Wallace,
      O resfriador faz parte deste motor, muito importante na refrigeção do oleo, mas o problema de seu carro estar acendendo a luz não é o resfriador e sim se tiver os jet collers ou então virabrequim com desgastes acentuados.

    2. Wallace,
      O resfriador faz parte deste motor, muito importante na refrigeração do óleo, mas o problema de seu carro estar acendendo a luz não é o resfriador e sim se tiver os jet collers ou então virabrequim com desgastes acentuados.

  15. Se for jetcollers ou virabrequim é muito grave continuar assim ou devo procurar o mecânico imediatamente ,o que é jetcooller? obrigado pela atenção!!

    1. Wallace,
      Jet coolers são injetores de óleo alojados na galeria principal de óleo direcionado o seu jato de óleo sobre pressão para o centro do pistão. Sua função é refrigerar o pistão do motor. Eles são fixo nesta galeria através de parafusos onde na mesma contém válvulas de retenção. Se um destes parafusos quebram ou travam a sua válvula ficam abertos e a vazão de óleo se torna muito grande desviando a pressão do restante das galerias do motor, acendendo ou piscando a luz de óleo no painel. Estes são alguns modelos de aplicação. Existem outros de mesmo princípios que são alojados no centro do mancal como nos Fiats fire e Gol Power.
      Respondendo a sua pergunta:
      Se houver problemas de lubrificação é recomendado a parada e diagnósticos imediatamente, o jet cooler e o virabrequim e todos os componentes moveis e fixos, internos do motor, sofreram por conta de lubrificação interrompidas.
      Abraços.

  16. boa noite tenho um micro com motor mwm x10 esta misturando OLEO na AGUA ,entao troquei as juntas a da carcaça e do radiador (parte interna como de uma foto acima) mas passado duas semanas começo a vaza oleo pelo parafuso DO RADIADOR (UM PARAFUSO ESTRIADO)e a oleo no reservatorio dinovo sera q era oleo q ainda tava no sistema ou devido a farta de aperto do parafuso veio a danificar a junta novamente

    1. Fabricio,
      Estes parafuso estriados (são quatro) é o que segura o radiador de óleo na carcaça, entre a carcaça e o radiador vai duas juntas de vedação apropriada para vedar o óleo da água, se estiver solto ou com as juntas de vedação quebradas ou com mal vedação o óleo passa mesmo para a água, isto é inevitável.
      O correto além da junta é usar vedante de boa qualidade (cola silicone), tanto no radiador como na carcaça. Para evitar aborrecimentos e surpresas.
      Abraços.

  17. ola meu nome é Leandro, tenho um golf 1.6 sr, que esta entrando agua no óleo, ja troquei a junta uma vez e continua o problema, o mecanico abriu e chamou o cara da retifica que disse que tinha que equalizar os cilindros, porém meu mecânico me disse que era mais confiável comprar um outro motor rodando, porque ele tinha medo de a gente efetuar essas mudanças e mesmo assim não funcionar.Alem do mais ele tem medo de fechar com muita taxa de compressão se equalizar o cilindro e plainar o bloco. é o bloco de aluminio. o que voce me diz.. desde já agradeço…

    1. Leandro,
      Fazer equalização dos cilindros?
      Leandro, verifique se os anéis de vedação do radiador de óleo estão danificados, se o radiador de óleo está apertado. Caso tiver, teste o radiador ou substitua por um novo. Este radiador vai antes do filtro de óleo.
      Outro problema é cabeçote trincado, empenado ou a junta do cabeçote está aplicada errada ou pode estar com torque incorreto. Troque todos os parafusos do cabeçote, verifique e teste o cabeçote, plainar o mesmo se estiver tudo ok, coloque junta original do Golf motor SR, do AP não da certo e nem de outros Blocos do Golf.
      Abraços.

  18. equalizar o cara da retifica disse que tipo uma camisa tinha baixado um pouco, é uma coisa que eles fazem nos motores diesel eu axo… eu não estou na cidade onde esta meu carro, mas quando eu for eu vou testar sim e desde ja obrigado pela colaboração.

  19. ola amigo tenho uma sprenter cdi 313 2005 e estar aqueceno ja troquei a bomba d guá e vívula termostática e sensor de tempera tu e continua aqueceno.

    1. Gil,
      O problema está na junta do cabeçote, a mesma queimou e também o cabeçote. O mesmo se puder deve ser plainado.
      Abraços.

  20. Muito otimo,pela insistencia dos profissionais,ja eu sofro com “profissionais daqui…RJ-São Gonçalo”…fiz todo o motor e continua vazamento,e eles nem estao ai…pelo menos poderia ficar com a pick-up para avaliar por onde vaza,assim como voces fizeram ai…ja lavei nao sei qunatas vezes o motor para facilitar para eles…um deles me disse que é efeito cachimbo…o suspiro joga oleo para turbina….e nao resolvem nada….vlw….pelo blog e continuem com a melhor performace para a satisfação do cliente….abçs

  21. Olá, boa noite! Tenho um Peugeot 207/1.4/8v/Flex ano 2011 e há algum tempo apareceu borras características de óleo no reservatório de água. O mecânico sugeriu lavar o sistema e completar novamente pois o carro não apresenta nenhum sintoma anormal: aquecimento normal, desempenho normal, consumo normal, ruído normal.
    Está com 55.000km e todas as revisões em dia.
    No óleo não há vestígio algum de água. O óleo foi retirado, inclusive a tampa do carter em baixo e não foi encontrado nem uma gota de água (óleo limpinho).
    O nível do óleo não diminui nem aumenta. O nível da agua (aditivo orgânico Total Glacelf Supra) também não se altera. Ventoinha normal. Velas em ótimas condições.
    Já fiz duas viagens longas com o carro sem problemas.
    Retiro a borra na superfície do reservatório mas logo aparece mais.
    O carro não tem radiador de óleo.
    Minhas dúvidas:
    -se passa óleo pra água, o contrário também não teria que ocorrer, já que suponho que há situação em que a pressão no circuito de água é maior que no circuito de óleo?
    -além da junta do cabeçote, ou trinca, há alguma outra possibilidade, outro local onde a comunicação pudesse ocorrer?
    Desde já obrigado e um abraço.

    1. Samuel,
      Óleo na água e água no óleo são dois fenômenos que acontecem no motor individualmente, ou seja, os dois não acontece ao mesmo tempo!
      Ou mistura água no óleo ou mistura óleo na água!
      Complicado entender né? Mas explico o porque:
      óleo mistura na água, através do radiador de óleo (não sei porque o seu Peugeot não tem um), mas isto não importa agora; e água mistura no óleo através de trinca no cabeçote ou bloco, borrachas o anéis de vedação da camisa e pela junta do cabeçote quando a mesma está queimada.
      Abraços.

  22. boa noite amigo tenho um astra 2009 modelo 2010 tá passando água para o óleo já levei no mecanico gastei um dinheirão e não ficou bom o mecanico não achou junta queimada mandou a peça para retifica para verificar se o broco estava com alguma rachadura que não dava para ver a olho nu a retifica vereficou e não encontrou rachadura falarão que o bloco estava um pouco empenado desempenarão e mandarão de volta o mecanico botou no lugar e passando alguns dias o carro começou a esquentar de novo e passar óleo para a água fui lá no mesmo mecanico e ele me falou que não sabe o que pode ser e então fui em outro e este outro falou que tem que fazer um teste de trinca para ver se a peça está ou não com a rachadura então amigo resolvi largar o carro parado não sei o que fazer pois a mecanica aqui e muito cara para min gasta sem conseguir chegar uma solução se puder me ajudar ou me dar uma dica fico muito agradecido

    1. Carlos,
      O bloco talvez não tenha Trincas, mas o cabeçote do motor pode estar trincado!
      Teste o mesmo, para confirmar!

  23. Boa tarde, tenho um veiculo vw 31.260E, o mesmo esta passando oleo lub. para o radiador ja trocamos junta do radiador de oleo, pode ser junta de cabeçote ?, o mesmo não aquece.

    1. Acacio,
      Esta mais para radiador de óleo do que junta do cabeçote, mas também passa pela junta do cabeçote se estiver queimada em passagem de óleo para a água!

  24. TENHO UM GOL 1.6 ESTAVA ANDANDO UM 20KM E ELE PAROU DE ANDAR POR FALATA DE AGUA NO RESEVATRIO ,E PERCEBIR QUNDO CHEGUEI EM CASA QUE HAVIA AGUA MISTURADA COM OLEO DO MOTOR ,,O QUE E ISSO?ABRAÇOSS

  25. EDSOLLIQUE, tenho um peugeot 206 1.4 8v 2007, e estou com mesmo problema do SAMUEL acima,de óleo passando para a agua, fiz a troca dos aneis das camisas ,junta original do cabeçote,plaina de cabeçote, bomba de óleo,bom tudo que podia, bom ate agora rodei 250km e tem uma camada de borra no topo do reservatorio de arrefecimento bem fina que acredito ser residuo de antes da troca que poderia ter ficado (pois o sistema estava impregnado de óleo, )retirei uma amostra da agua com uma mangueira e esta rosa ainda(cor do aditivo de radiador e nao viscosa como óleo). bom queria saber se retornar o problema e for trinca ,se vale a pena soldar o bloco ou o cabeçote,???(agua nunca baixou e oleo do carter integro tbm)

    1. Elcio,
      Você fez todos os procedimentos corretamente, então pode ser que há problemas de trinco interno no bloco ou cabeçote. Provavelmente no cabeçote. Ou então as camisas do motor em relação a face do bloco estão baixa.

A sua dúvida, opinião e cometários é muito importante para todos os leitores. Agindo assim ajudaremos a todos!