Motor da hilux funciona e roça os dentes das engrenagens

Estamos como uma caminhonete hilux turbo 3.0 aqui na oficina nos deixando de cabeça quente. Fizemos a retífica do motor montamos e as engrenagens fundiram-se todas, substituímos as mesmas por originais e novamente foram danificadas.

Problemas do motor

Este veículo chegou até nossa oficina no guincho sem possibilidade de funcionamento por ter ocorrido superaquecimento, retiramos o cabeçote e o mesmo não deu aproveitamento, também danificou os cilindros do motor. Retiramos o motor e desmontamos para retificar.

Visualmente o único problema era o cabeçote e os cilindros do motor danificados, o restante das peças do motor estava perfeitamente boas, sem muito o que fazer dos mencionados.

Neste caso o que tinha que fazer era retificar e substituir os pistões e outras peças relacionadas e também trocamos a bomba de óleo por estar com algumas roscas espanadas e no local da bomba de alta danificada. Poderia ser recuperada, mas resolvemos substituir por uma original.

Na retifica após tudo lavado, fizemos os aferimentos necessários e os cilindros realmente precisavam ser retificados, o virabrequim somente polimento, pois estava perfeito e dentro das medidas padrões, substituir as buchas das bielas, substituição comprovado do cabeçote e as válvulas, a bomba de óleo, bomba de água e todas outras peças necessárias para a retifica e montagem do motor. Tudo muito normal, rotina de uma retifica simples, e montagem sem maiores problemas.

Feito isto aguardamos a chegada das peças, pois compramos tudo original Toyota por exigência do proprietário e também nossa.

Vinte dias depois chegaram as peças iniciou se a retifica do motor, tudo lavado iniciou-se a montagem do motor. Concluído e tudo perfeito até então.

Instalação do motor

Instalamos o motor no veículo, corrigiu todas as panes, substituição do radiador de água por que também foi danificado e o que foi preciso verificar nos sistemas do veículo foram verificados.

Teste em rodovia

Ao sair com o veículo para teste na rodovia começou um barulho na frente da distribuição do motor e não durou segundos e travou. Acionamos o guincho, nos trouxeram para a oficina, abrimos o capo e com uma chave tentamos rodar o virabrequim pelo parafuso da polia e o mesmo infelizmente nem se moveu. Retiramos o radiador de água para a retirada do motor e já avistamos a tampa da distribuição rachada, retiramos o motor, abrimos a frente e lá estava a engrenagem da bomba de óleo estufada para fora e o estrago nas demais engrenagens.

Bomba de óleo quebra e funde as engrenagens da distribuição sem explicação

A engrenagem da bomba de óleo entortou, a engrenagem do virabrequim, a roda fônica, e as engrenagens dos balanceiros roçaram, fundiu também os balanceiros, quebrou o mancal da engrenagem tripla e quebrou também obviamente a bomba de óleo e a tampa.

Pedaços de bronze no cárter

Retiramos o óleo do cárter e notamos pedaços de material de bronze, e isto foi comprovado quando retiramos o cárter. Os mancais e capas de bielas e os bronzinamentos estavam perfeitos, porém ao tentar retirar os balanceiros os mesmos se encontravam fundidos junto as buchas, a ponto das mesmas terem sidos deslocadas de seus alojamentos.

Qual é o problema

Diante dos fatos desastrosos ficamos até este momento sem saber as causas. Não sabemos se foi a bomba de óleo que quebrou por algum motivo, e fundiu os balanceiros por falta de lubrificação ou se foi os balanceiros que fundiram-se nas buchas e travou os mesmos a ponto de quebrar a bomba de óleo, pois os balanceiros tem suas engrenagens ligados ao conjunto de engrenagens, inclusive uma é direto na engrenagem da bomba de óleo.

Analisamos tudo, sistema de lubrificação completo, possível ponto de fuga de óleo, trinca interna em galerias, os jet coolers, turbina, radiador de óleo, válvula de alivio, medidas do virabrequim novamente, das bielas e não encontramos nada suspeito.

Substituição das peças danificadas

Resolvemos então, comprar as peças que foram danificadas, trocamos as buchas dos balanceiros paralelas, pois não encontramos original, retificamos os novos eixos balanceiros por que as buchas são semi e com pouco material patente, resumindo: montamos o motor novamente, colocamos no veículo e ao funcionar o danado travou na primeira funcionada e novamente quebrou a bomba de óleo nova e original Toyota, tanto quanto todas as engrenagens também originais. Tudo estragado novamente, inclusive os dois balanceiros fundiram outra vez!

Nova retirada e desmontagem do motor

Retiramos o motor, desmontamos a frente, colocamos a bomba de óleo velha, compramos novamente uma engrenagem do virabrequim, isolamos os dois balanceiros, fechamos o motor, colocamos na caminhonete, funcionamos. Não travou, mas ficou fazendo barulho, andamos assim com ela uma semana e o resultado não poderia ser outro, travou e roçou todas as engrenagens: da bomba de alta, virabrequim, bomba de óleo, intermediária tripla, bomba de vácuo...

Nova desmontagem do motor

Desmontamos o motor e novos testes fizemos e, neste intervalo suspeitamos que a ponta do virabrequim poderia estar torta, colocamos na máquina, medimos com relógio comparador fixo no bloco mas não está. Procuramos novamente por trinco, fuga de óleo, lubrificação das engrenagens e está tudo perfeito. Os pistões, bielas, cabeçote, comandos de válvulas virabrequim, turbina todos intactos e lubrificados. Temperatura do motor e pressão de óleo quando deu para medir estava sempre perfeita e funcionando.

Pedimos auxilio na concessionária

Recorremos a uma concessionária aqui da região e o técnico de lá disse que isto nunca aconteceu ou pelo menos não tem esta informação. Onde compramos as peças originais, também nunca viram falar.

O que me deixa de cabeça quente é que o veículo antes de ferver funcionava perfeitamente, sem maiores problemas, várias revisões fizemos nesta caminhonete e nunca apresentou esta falha. Já retiramos uma vez toda a frente para retirar vazamentos, montamos e funcionou perfeitamente por muitos meses, até este último problema.

Sem solução

Agora está aqui na oficina, com o motor desmontado, e não sabemos quais os defeitos, já pedimos todas as peças novamente. E vamos montar de novo, mas antes temos que descobrir o problema definitivamente.

Agora eu preciso de ajuda

Gostaria se alguém tiver uma ideia ou já passou por isso, nos de uma ajuda aí. Agora somos nós que precisamos de auxílio. Já conversamos com vários mecânicos, donos de oficina, gerente e técnicos de concessionarias, professores e ninguém arrisca um palpite, porque o caso é inédito. Inclusive para nós.

Já montamos vários destes motores, inclusive montamos antes desta um motor de mesmo modelo, e funcionou perfeitamente, e por ironia o mesmo problema, praticamente os mesmos serviços, só não trocamos a bomba de óleo.

Revisamos diariamente inúmeras hilux de todos os modelos, inclusive injeção, motor, câmbio, freios... retificamos dezenas destes motores e nunca tivemos problemas, mas esta veio de encomenda, tanto que compramos.

Compramos porque ficamos com vergonha do cliente, um fazendeiro honesto em época de colheita, precisando da caminhonete, prometemos entregar o seu carro em trinta dias, porque as peças originais Toyota, não sei porque demora 20 dias para chegar para nós dentro de nosso Estado, depois temos no mínimo de três a cinco dias para deixar tudo pronto. Veja só a nossa situação diante destes problemas sem solução. Pagamos o valor da caminhonete que ele pediu e estamos aqui com este abacaxi descascado e azedo!

E o motor em todas estas montagens e desmontagens foi por mecânicos diferentes, pensando em um possível erro de montagem de um ou de outro. Mas agora estamos todos querendo saber onde está o erro.

Quem puder nos esclarecer, por favor nosso contato é (67) 3441-1662 – Mecânica e auto peças Central e se descobrirmos o defeito vamos postar aqui claramente.